Início Blog da Lena Relacionamento Amor e Sexo Não São Iguais e Nem Sempre Andam Juntos!

Amor e Sexo Não São Iguais e Nem Sempre Andam Juntos!

Amor e sexo não são iguais e nem sempre andam juntos!

Ao longo de sua existência, o ser humano criou símbolos e rituais para despertar o desejo, tornar o outro irresistível e provocar a atração sexual; tudo isso com o objetivo de possibilitar a relação sexual fora do período fértil da mulher.

A isto chamamos erotismo e/ou romantismo: a roupa que se veste, a forma do corpo, as palavras amorosas ou sensuais, as promessas que são feitas, o jeito de ser, olhar, acariciar, valorizar, portar-se diante do ser desejado…

Enquanto os outros animais obedecem ao comando do cio da fêmea, nós humanos deixamos de fazer sexo apenas conforme a natureza manda e passamos a praticá-lo também de acordo com nossos sentimentos, emoções e valores adquiridos durante a vida.

É por isso que algumas condutas que não batem com nossos valores ou nos colocam em risco podem interferir na qualidade do sexo, mesmo quando se deseja uma pessoa. É o caso de alguém que decide ter sua primeira vez para agradar o outro e não a si mesmo.

Transar como prova de amor

Tesão e amor são coisas diferentes. Na nossa cultura, quando os dois estão juntos, a relação é deliciosa! Mas um nunca será a prova do outro.

Uma garota pode amar o seu namorado, mas ainda não se sentir pronta para viver a intimidade sexual, ou pode ocorrer o contrário: sente desejo, mas não amor.

Sexo exige maturidade e responsabilidade, não basta apenas amar, é preciso ter um tempo para aprender a lidar com o desejo. O que complica as relações é que o tempo de um nem sempre é o do outro.  E essa diferença pode ser um problema, se um dos dois decide atender ao capricho do outro.

Uma garota ou um garoto, que não se sente pronto, não deve forçar sua natureza! O melhor é não transar. Pois, o que poderia ser um momento prazeroso pode se transformar numa agressão a si mesmo.

Quando alguém se submete a algo que ultrapassa seus limites, isso causa mágoas profundas, e a mágoa destrói qualquer relação.

Conversar sobre sexualidade é fundamental para preparar o seu adolescente para conviver com o prazer e a responsabilidade sexual.

Se quiser saber mais sobre isso clique aqui